para escutar!

COPA DAS CONFEDERAÇÕES 2009

copa das confederações 2009

A Copa das Confederações 2009 foi realizada na África do Sul, sendo a sexta edição do torneio que, agora, confirmava sua realização a cada quatro anos, sempre como teste para o mundial.

A Primeira Copa na África

Com a definição da África do Sul como sede da Copa do Mundo 2010, no dia 15 de maio de 2004, automaticamente já era sabido que também seria palco da Copa das Confederações 2009. O evento-teste do mundial era bem visto pelos membros da FIFA, já que havia uma expectativa alta pela primeira realização do torneio no continente africano.

Cercado de polêmicas desnecessárias, principalmente em relação ao número de ingressos vendidos, a preparação da Copa das Confederações 2009 logo se mostrou efetiva, ficando pronta para a realização de uma grande competição.

Com redução no total de cidades-sede, na edição de 2005 foram cinco, quatro foram escolhidas: Johannesburgo, Bloemfontein, Rustemburgo e Pretória e seus respectivos estádios: Ellis Park, Free State, Royal Bafokeng e Loftus Versfeld.

A bola oficial escolhida foi criada pela Adidas e batizada de Kopanya, que em dialeto local, significa unir. Com as cores da bandeira da África do Sul, ela seria a bola que correria pelos gramados entre 14 e 28 de junho de 2009.

Seleções Participantes

Obviamente, a África do Sul ficou com a vaga da seleção-sede, ficando para o Egito a responsabilidade de representar o continente africano, após a conquista da Copa das Nações 2008, em sua segunda participação no torneio.

De estreante, a dobradinha europeia Itália e Espanha. Os italianos participavam como atuais campeões mundiais e os espanhóis com o título da Eurocopa 2008. Junto a esses dois gigantes do futebol estava o Iraque, que surpreendeu o mundo com a conquista da Copa da Ásia 2007.

Estados Unidos, campeão da Copa Ouro 2007, e Brasil, da Copa América 2007, já eram figurinhas carimbadas da Copa das Confederações e vinham para suas quarta e sexta participações, respectivamente. Para finalizar, a Nova Zelândia, que agora reinava absoluta na Oceania, após a ida da Austrália para a AFC, e participava como campeã da Copa de Nações da OFC 2008.

Espanha 2009

espanha copa das confederações 2009

Por anos, a Espanha era reconhecida como potência futebolística, entretanto esse selo era facilmente aplicado apenas à sua liga nacional. Mesmo com fortes elencos, a Espanha sempre morria na praia, e um quarto lugar na Copa de 1950, no Brasil, e o primeiro título da Eurocopa em 1964, quando foi sede, eram, de fato, suas únicas e distantes conquistas.

O bi-campeonato europeu, em 2008, provou ao mundo que a seleção espanhola não poderia ser mais vista com esse esteriótipo, mesmo com a saída do treinador Aragonés, e a chegada de Vicente Del Bosque.

Mantendo o elenco campeão, Del Bosque sofre apenas com a ausência de Senna e Iniesta no meio-campo. E nomes como Casillas, Xabi Alonso, Xavi e Fernando Torres estão prontos para jogar o máximo de seu futebol e mostrarem que La Fúria pode vencer qualquer torneio.

África do Sul 2009

áfrica do sul copa das confederações 2009

Os anos dourados da seleção sul-africana parecem ter acabado após a participação na Copa de 2002, sua segunda consecutiva. Entre 98 e 2002, na Copa de Nações Africanas, a seleção ficou em segundo, em 98, e terceiro lugar, em 2000, definindo-o como o seu período mais forte.

Após o fracasso para o mundial de 2006, a África do Sul via o mundial de 2010 como a última esperança para dar alegria aos seus torcedores e passou a investir pesado em mudanças para curto prazo.

Ainda sob olhares de desconfiança, o técnico Joel Santana não conta com o atacante, Benni McCarthy, e para evitar um desastre, escalou uma equipe de forte poderio defensivo, comanda por Mokoena e Booth e contando com as boas defesas de Khune.

Iraque 2009

iraque copa das confederações 2009

Até a década de 80, a seleção iraquiana se destacava apenas no cenário regional. Durante ela, o seu futebol chegou ao ápice, definindo-a como geração de ouro que conquistou o direito a participar de sua única Copa do Mundo, a de 1986, no México.

Com apenas alguns títulos menores em sua história, tudo mudou em 2007, quando o Iraque conquistou o seu primeiro título da Copa da Ásia, superando a favorita Arábia Saudita na final, e após deixar a Coreia do Sul na semifinal.

A base desse time campeão é a mantida, pelo técnico sérvio, Bora Milutinovic, para a disputa de sua primeira Copa das Confederações. E que se destaca a organizada defesa comandada pelo zagueiro, Basem Abbas, e pelo ágil goleiro, Mohammed Kassid.

Nova Zelândia 2009

nova zelândia copa das confederações 2009

Com a saída da Austrália da AFC, em 2006, a seleção neolandesa domina o futebol da Oceania. O título fácil da Copa das Nações da OFC 2008 é apenas o primeiro resultado que deve ser muito comum nos próximos anos.

Entretanto, no cenário internacional a coisa muda para o time treinado por Ricki Helbert. Com a base campeã mantida, ganhando experiência com bons desempenhos nas eliminatórias, a Nova Zelândia busca, ao mínimo, conquistar os seus primeiros pontos na competição.

O grande nome da equipe, que disputa o torneio pela terceira vez, é o atacante Chirs Killen, do Celtic. Formando uma dupla perigosa, ao lado do rápido Shane Smeltz, eles podem dar um ânimo na busca do modesto objetivo.

Brasil 2009

brasil copa das confederações 2009

A Copa do Mundo 2006 foi um grande balde de água fria para a seleção brasileira. Com uma renovação realizada, logo o Brasil recuperou o seu bom futebol se isolou nas eliminatórias da Copa. Além de conquistar o bicampeonato da Copa América, em 2007, com um baile para cima da Argentina.

O técnico Dunga trouxe novos ares para a seleção canarinho, mas aposta na experiência de uma zaga que passe tranquilidade, com Lúcio, Juan e Gilberto Silva.

Como novos titulares estão os laterais, Maicon e Dani Alves, que apoiam bem os lados com poder ofensivo. Kaká é o maestro do meio-campo, encarregado de armar as jogadas. E junto de Robinho, formam o rápido ataque que irá defender o atual título da competição.

Estados Unidos 2009

estados unidos copa das confederações 2009

O mau desempenho na Copa 2006, logo foi esquecido com a conquista do bicampeonato da Copa Ouro, em 2007, em cima dos rivais mexicanos. O moral está alto para a seleção dos Estados Unidos.

Promovido da função de treinador das categorias de base, Bob Bradley tem montado uma equipe difícil de ser batida, estando em um nível superior aos de outras seleções da CONCACAF.

Para o teste de disputar o torneio pela quarta vez, a equipe conta com jogadores de renome internacional e ótima técnica, como o goleiro Tim Howard, o meia Dempesey, e o jovem atacante Altidore. Com a faixa de capitão o veterano Landon Donovan, pronto para comandar sua equipe mais uma vez.

Itália 2009

itália copa das confederações 2009

Bi-campeã mundial (34 e 38) na era da Taça Jules Rimet, a seleção italiana voltaria a conquistar o mundo surpreendendo a todos, em 82, mas mais do que merecendo, em 2006.

Com esse último título, ganhou, e finalmente aceitou, o direito de participar da Copa das Confederações. Vale lembrar que recusara o convite da Copa das Confederações de 2003. O técnico Marcelo Lippi, que retornou a equipe após baixo desempenho na Euro 2008, trouxe, de volta, nomes experientes da base campeã mundial.

A base mantida, e bem envelhecida, conta com uma boa zaga formada por Chiellini e, agora mais lento, Cannavaro. Buffon é quem transpira mais segurança, só que debaixo das traves. O meio é ponto forte da equipe, com a genialidade de Pirlo e a vontade de De Rossi, que ligam a um ataque que aposta mais na velocidade. Com Rossi contundido, cabe a Gilardino a missão de comandar o setor ofensivo.

Egito 2009

egito copa das confederações 2009

A conquista do bicampeonato da Copa de Nações (2006 e 2008) consolidou o Egito como a seleção mais forte da África dos últimos quatro anos. Além disso, a chance de chegar ao mundial de 2010 é muito real na disputa das eliminatórias.

Para seguir assim, a segunda participação na copa intercontinental é vista, pelo treinador Hassan Shehata, como ideal para adquirir experiência para os jogos decisivos do segundo semestre do ano.

O ataque é a principal arma do time, mesmo com as ausências de Amr Zakki (contundido) e Ahmed Hossam (afastado pelo técnico). Mohamed Zidan é o encarregado do setor, que conta ainda com a experiente visão de jogo de Mohamed Aboutrika.

Tabela de Resultados da Copa das Confederações 2009

copa das confederações 2009 resultados

A Final

eua 2 x 3 brasil – 28 de junho de 2009

final copa das confederações 2009

Dos 52.000 espectadores presentes naquela tarde, no Ellis Park, poucos imaginavam que a final da Copa das Confederações 2005 fosse entre Estados Unidos e Brasil. Bem compacto e com um forte ataque, os estadunidenses apostavam em mais uma zebra para conquistar o título. Já o Brasil, mesmo com o sufoco na semifinal, era o grande favorito.

Com a bola rolando, os EUA surpreenderam mais uma vez, abrindo o placar com Dempsey, aos 9 minutos. E ampliaram aos 26 com um contra-ataque convertido por Donovan, após cruzamento de Davies.

Na segunda etapa, o Brasil começou pressionando, e com um minuto de jogo, Luís Fabiano descontou com um belo gol. Ele ainda iria aproveitar um rebote, aos 28 minutos, igualando o placar, após muita pressão brasileira. Segurando o máximo que podia, os Estados Unidos viu o seu sonho acabar após um escanteio, faltando pouco mais de 15 minutos. Lúcio subiu mais alto que toda a zaga norte-americana e testou com força para dar números finais a partida. Emocionado, ele foi coroado como o capitão que ergueu o terceiro título brasileiro na história da Copa das Confederações.

Classificação Geral da Copa das Confederações 2009

copa das confederações 2009 classificação geral

Seleção Campeã

brasil campeão copa das confederações 2009

01. GK Júlio César [Inter Milan/ Itália]
02. DF Maicon [Inter Milan/ Itália]
03. DF Lúcio [Bayern Munich/ Alemanha]
04. DF Juan [Roma/ Itália]
05. MF Felipe Melo [Fiorentina/ Itália]
06. DF Kléber [Internacional/ Brasil]
07. MF Elano [Manchester City/ Inglaterra]
08. MF Gilberto Silva [Panathinaikos/ Grécia]
09. FW Luís Fabiano [Sevilla/ Espanha]
10. MF Kaká [Milan/ Itália]
11. FW Robinho [Manchester City/ Inglaterra]
12. GK Victor [Grêmio/ Brasil]
13. DF Dani Alves [Barcelona/ Espanha]
14. DF Luisão [Benfica/ Portugal]
15. DF Miranda [São Paulo/ Brasil]
16. DF André Santos [Corinthians/ Brasil]
17. MF Josué [Wolfsburg/ Alemanha]
18. MF Ramires [Cruzeiro/ Brasil]
19. MF Júlio Baptista [Roma/ Itália]
20. MF Kléberson [Flamengo/ Brasil]
21. FW Alexandre Pato [Milan/ Itália]
22. FW Nilmar [Internacional/ Brasil]
23. GK Gomes [Tottenham/ Inglaterra]

Técnico: Dunga

FONTES
arquivodosmundiais.com.br
fifa.com
reddit.com
Arte Geral: Luis Eduardo C. Bortotti


Escrito por:

Leave a comment